terça-feira, novembro 21

AFETADOS

Nao sou um conversor humano de razao meticulosa. Trabalho mecanico ficou para escravos. Estes escavam montanhas, quebram pedregulhos movidos a necessidade de possuir um bem, comida, roupa, mais nada. Bem nao estao. Estao no emprego, nem sempre, ate' aposentar. Depois continuam, boiando friamente, sem indagar por que fez aquele sacrificio tremendo a troco de pouca migalha. Combate de classes. Os opressores nao podem ser vistos pelos oprimidos, esmagados sob seus sapatos manufaturados. Eles dao as ordens, fazem terrorismo contra o proletariado se proliferando a torto e a direita. Esquecem que a produc,ao alastra quando o chefe se destranca da sala, olha no olho, aperta a mao. Isto sim afeta a produc,ao. Pode haver desacordo quanto ao jogo de interesses que a vida e', mas e' fato. Poucos fazem algum bem sem olhar a quem. Quem sao? Reciprocidades grandes, sonhar alto. Nem importa se se ajude o faminto para fazer marketing, o importante e' o ato, nao a opressao. Afetados pelo afeto do outro.

Nenhum comentário: