quarta-feira, junho 20

Devoltada




Ai, que gastura de quase tudo ao redor de mim! Enjoada da freqüência com que vejo as pessoas, entojada das mesmices nos papos cretinos de sempre, de diversão mera de nenhum requinte e blá blá, e Blé! Não que eu queira, rockeira rouca que sou, dou-me ao luxo de ser glamour na pobreza de pompa. Deselegância? Às vezes me dá é uma sensação de quase desmaio, parece que o resquício de alma quer sair, deixar meu corpo mole. Então eu canto na banda a passar, mesmo de ressaca. Gosto de caminhar solítera dura quando assim. Outro dia fugi, não sei quem foi beber comigo, dormiu ali, eu nem quis tomar conta, vaguei no vácuo em busca de eu. Fim. Dormir em casa é mui melhor, não gastei gasolina de ninguém, fui a pé com pressa de dar um gelo em alguém, cheguei na cama devota à minha espera súbita. Paraíso dos lençóis, escuridão. Daí me achei. Virar a noite pelas ruas me cansou as olheiras, por hora. De repente descobri um diálogo mais fértil entre mim e qualquer livro que me livre do enfado de experimentar o real sempre com cerveja, cigarros, cachaça com soda limonada, tequila, uísque. (Êpa, espera aí, nem sempre!) Só resolvi pular o fogo morto do exagero, embora indivíduos sóbrios demais também me causem enfado. Voltaram minhas aulas na universidade, algumas, faltam professores, nem todos, e eu ausente em motivação. Mas fui e vou, revejo amigos, aqueles velhos e bons, revisito a biblioteca, acho o livro PERSUASÃO no inglês original da Jane Austen e me divirto com fome de pesquisar outras vidas. Acho que vou voltar a restaurar os exemplares desmantelados daquelas prateleiras, o pó dos séculos me faz bem ao intelecto e ao trabalho das mãos curadoras de leitura me embriagam de melhor. Uma hora quero ser professora, outra hora desespero, só espero que isso me alimente o espírito mais que os bolsos, por mais que precise me sustentar para viajar pelo deserto do mundo. Vasto de entulho, porém o vasculho...

Um comentário:

Tarco Zan disse...

Pedalling through
The dark currents
I find
An accurate copy
A blueprint
Of the pleasure
In me... (Pagan Poetry)

Yes, you need and deserve it, People can be delicious but they suck!
xxxxx