sexta-feira, abril 10

Ressurreição

O ar é branco ao longe, quanto mais se chegava perto, mais transparecia. Criou-se uma áurea despoluída da cidade nesta santa semana. Não era o Fog londrino desta vez. Fui à serra cerrar meu espírito ao meio, diferentemente do que fazem com as árvores de lá, no Parque Nacional de Ubajara. Quando tomam conta de áreas inadequadas, os homens não as decapitam com intenções capitalistas, mas retiram a casca bruta do caule para que a seiva nutra a terra enquanto desfalece devagar. Eis a verdadeira morte natural, com sangue capaz de reavivar o solo. Reflorestamento de alma, depósito de sêmen ancestral, sei lá. Foi ali onde respirei o lado menos pop de Deus e o mais amado por mim. Senti o chão em lama, folhas, pedras e água de cachoeira. Participei daquele ritual alternativo de lava-pés. Pingos selvagens massagearam minhas costas, refrescaram meu cansaço após andanças pela mata.

Muito amor naquele lugar. As casas que nos abriram portas foram das mais humildes e ricas que já vi. Vi saúde no róseo das bochechas das tantas crianças de lá. Vi graça nos cachorros de rua, ri das galinhas comuns, mas respeitei Doralice (era de estimação). Dei alguns grãos de milho no seu bico e em troca ganhei beliscões na palma. Vai que ela me traça um novo destino nas linhas da mão...

Chuva de benesses. Sopro divino. Essa viagem foi um presente por tantas presenças em mim: amigos, amor: flor esta que me dá sem esperar retorno. Mas aguarde esta lei, pois para ali retornarei sempre que me couberem as boas vindas do entusiasmo!

A palavra entusiasmo vem do grego enthousiasmós e significa: "Ter um deus dentro de si". Os gregos eram politeístas, isto é, acreditavam em vários deuses. A pessoa entusiasmada era aquela que era possuída por um dos deuses e por causa disso poderia transformar a natureza e fazer as coisas acontecerem. Assim, se fosse entusiasmado por Ceres (deusa da Agricultura) por exemplo, você seria capaz de fazer acontecer a melhor colheita. Segundo os gregos, só pessoas entusiasmadas eram capazes de vencer os desafios do cotidiano. Era preciso portanto entusiasmar-se.

Nenhum comentário: